Suas notícias em primeira mão

APÓS DENUNCIAS PROCON E IMETROPARÁ ANALISAM O AUMENTO DA CONTA DE ENERGIA ELÉTRICA

O consumidor que estiver em dúvida sobre o serviço de medição tem o direito de solicitar perícia na concessionária, no ImetroPará ou no Procon Pará.

0

O Procon Pará, vinculado à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), em parceria com o Instituto de metrologia do Pará (ImetroPará), iniciaram uma análise no processo de registro de consumo de energia elétrica após denúncias feitas pelos consumidores, sobre o aumento do valor cobrado nas contas pela Equatorial Energia.

No primeiro momento, equipes do Instituto mostraram para os agentes fiscais da diretoria de proteção e defesa do consumidor como funciona a verificação de medidores, o processo de captação do uso de energia e a perícia que pode ser feita sobre o funcionamento em cada equipamento, já que para se pagar um valor maior, é necessário que tenha um registro comprovado do aumento de consumo do local.

“Estamos recebendo muitas denúncias sobre o preço abusivo que está sendo cobrado na conta. Então, decidimos trabalhar em parceria para que a gente possa constatar se está havendo abusividade por parte da concessionária ou se, de fato, os consumidores vêm utilizamos mais energia, o que acaba encarecendo na hora de pagar”, declarou o coordenador de fiscalização do Procon Pará, Renan Lobato.

Para o diretor técnico do ImetroPará, Jayme Canto, é muito importante a parceria para demostrar transparência a todos os envolvidos na relação de consumo. “Todos os equipamentos utilizados na medição de energia elétrica passam, obrigatoriamente, por verificação inicial do Inmetro e recebem o lacre de conformidade, podendo sofrer nova verificação para assegurar o seu correto funcionamento. É de grande importância que o instrumento esteja legalizado e funcionando de forma correta, já que, em caso de alteração o consumidor ou a concessionária pode ser prejudicado”, frisou o diretor.

O consumidor que estiver em dúvida sobre o serviço de medição tem o direito de solicitar perícia na concessionária, no ImetroPará ou no Procon Pará. “É um direito do consumidor, pedir uma revisão no medidor para ter a certeza que está funcionando corretamente e não está sendo lesado. Estamos aqui para atendê-los e orientá-los da melhor forma para que qualquer transtorno seja evitado”, declarou o diretor do Procon Pará, Nadilson Neves.

Denúncias – A diretoria de proteção e defesa do consumidor reforça a importância dos consumidores, que estiverem se sentindo lesados em denunciar com registros dos valores de contas anteriores. Basta ligar para o disque-denuncia (151), telefone fixo 3073-2827, pelo e-mail proconatend@procon.pa.gov.br ou ir até a sede que fica localizada na Trav. Lomas Valentinas, n° 1150, no bairro da Pedreira, em Belém.

Com informações: Agência Pará de Notícias

Comentários
Loading...